quinta-feira, 17 de agosto de 2017

16.08.17

Faz de conta que temos HONRA. Faz de conta que somos racionais.  É inculcável o ânimo de toda a filosofia em dar aos princípios que nos conduzem a face que distingue o homem do animal.  Tudo o que tange estudo de ÉTICA mostra a intenção de perfeição e de pureza a nos presidir a convivência. Dentro desse escopo Montesquieu deu nome a uma obra como o ESPÍRITO DAS LEIS, dando a estas a dimensão que as põe acima de uma retórica fria ou falha. Isso posto, como caráter da cultura que desenvolvemos, não há como se ocultar que a cegueira eventual ou proposital em desprezar o lado da honra e mais virtudes na condução das normas atenta contra nossa natureza de racionais. Vem ao caso essa digressão por estarmos há 2 anos em que houve o cometimento de um crime que pende sem sequer reexame que lhe dê definição para se atribuir autoria ou mesmo enquadramento legal devido.  Quando se fez a encenação do GOLPE planejado e dirigido por país estrangeiro, não faltaram artistas a servir de capachos (via dólares) para encenação. Assistimos, sob pasmo, os beócios do senado dando continuidade à ridícula votação da câmara e tudo sob coordenação (ou ponto) do STF.  Foi um enxurrada de ignomínia que cegou a todos que, surpresos, ficaram nesse estado de choque paralisante de quem sofreu um ataque ou acidente maior do que as forças que tinha para resistir.  Só que, passada a tempestade, o tempo foi se abrindo e a verdade veio à tona. Hoje já se constatou que tudo foi uma pantomima oprobriosa.  O próprio golpista mor, ao assumir criminosamente o lugar de presidente ilegitimo do país foi aos EUA, patrocinador, e disse que a presidenta não foi deposta por transgressões ou crimes e "SIM POR TER SE NEGADO A EMPREENDER UMA POLÍTICA QUE ERA DE INTERESSE EMPRESARIAL LOCAL E INTERNACIONAL, CUJA ADOÇÃO INCLUíA AUSTERIDADE E/OU IMPOSIÇÕES NO CAMPO TRABALHISTA-PREVIDENCIARIO"  ou seja, foi a assunção de que o golpe pôs acima da democracia, a autoridade de uma fiesp ou assemelhada, que querem benesses fiscais e econômicas aos seus sócios em detrimento do princípio de republica e democracia. Seguindo, a ação do tempo mostrou que NÃO E NUNCA HOUVE AS PEDALADAS CANTADAS PELOS PULHAS (incluindo bicudos, janaínas e realis). E a presidenta nem teve ação pessoal em qualquer dos fatos que se  valeram os ensandecidos amotinados mercenários.  MAIS...a Procuradoria mandou arquivar o processo em que se acusava a ré por falta de crime!  O REI FICOU NU !  Só não veem essa nudez os performáticos e empertigados ministros golpistas do STF. Como cavalos xucros recusam ter senso de responsabilidade e intenção de restaurar a ORDEM.  Fazem a figuração de pai que expulsa sua filha de casa por ter sido acusada de conduta indigna e a lança ao chão da sociedade em pretensa defesa de moralidade familiar. E depois, verifica que foi enganado e que não havia a imputação infamante não TEM A CORAGEM DE SE REDIMIR...  TODOS NÓS VIMOS QUE NÃO FALTOU AOS MINISTROS SUPREMOS A "CORAGEM" PARA O FARSESCO RIDÍCULO...  POR QUE LHES FALTA A MESMA CORAGEM PARA AGIR PELA DECÊNCIA ?  Fizeram os 'probos' do STF o papel nefando de irmãos que venderam JOSÉ DO EGITO, por conta de aumento salarial, ou inveja, ou cretinice mesmo. Tiraram uma presidenta legítima sob acusação falsa que nem examinaram e ratificaram ignominioso GOLPE.
E PERMANECEM NA POSTURA DE MÚMIAS, INSENSÍVEIS A MORAL, A HONRA OU A LEI QUE LHES CABE CUMPRIR.  Por enquanto estamos em país em que FAZ DE CONTA QUE HÁ HONRA, JUSTIÇA E SERES RACIONAIS... como uma ficção...  

terça-feira, 15 de agosto de 2017

LULA deveria saber, que a Justiça, em todos os seus níveis, está comprometida com o "golpe branco": desde o juiz de primeira instância, ao de Curitiba, até ministros do STF, desde os Tribunais de Contas até a Procuradoria Geral da República. As críticas feita um dia por Lula ao STF foram suaves por demais, ...mas não teriam sido a pá-de-cal?

terça-feira, 8 de agosto de 2017



convite para pensar: "Não houve, com os oito anos de governo FHC, um ato de traição, com a submissão da soberania nacional. Ao sistema financeiro internacional. Mas o continuísmo conservador que foi e é a marca da cultura política brasileira."

"O inquisidor Dallagnol é membro da Igreja Batista de Bacacheri, bairro de Curitiba, onde costuma ministrar palestras com seu indefectível powerpoint. Usa de imagens fortes para impactar as plateias. O mesmo sujeito que apontou Lula como “comandante máximo” e “grande general” da “propinocracia” gosta de lembrar que “a corrupção é uma assassina sorrateira, invisível e de massa”, uma “serial killer que se disfarça de buracos de estradas, de falta de medicamentos, de crimes de rua e de pobreza”.
O analfabetismo fanático que empolga as cabeças vazias dos que, se tivessem covardia suficiente, andariam pelas ruas a espancar os que pensam.


A situação do nosso país é de calamidade, principalmente por vermos ignóbeis terem assumido o comando com cumplicidade vergonhosa de poder que deveria ser moderador e zeloso pela lei. Quase pachorrenta a ação de togados em coordenar prazos e permitir que um Cunha, já conhecido vinculado ao crime, fizesse seu espetáculo vergonhoso de votar pelo impedimento da presidenta. Nem se deram ao trabalho de ao menos objetar a não existência de crime previsto em lei e nem de alertar para as consequências funestas que adviriam de colocar pessoas desqualificadas (sem votos do poder legitimo da população). Foi em um roldão que togados viraram vedetes de TV, expressando frustrações de pasmados e invejosos dos pueris comentaristas de politica. Apesar da repercussão internacional, não se abalaram em disfarçar omissão e pautar um julgamento que isentasse um poder que deveria ter honorabilidade. Com esse cometimento coletivo do crime deu-se a situação que vemos - Nossas riquezas sendo apossadas por estrangeiros ,direta ou indiretamente com mãos americanas. O país sem defesa afunda em seu próprio caldo imundo de vexame e vítima de visão exógena a pautar nossa vida social. Jogaram no lixo as conquistas trabalhistas de mais de 60 anos lesando brasileiros que não tem defesa de ninguém, visto que militares se juntam aos interesses americanos. Mais ainda 'inventaram' um deficit na previdência, desmentido pelos que nela labutam e controlam e sem sequer admitir que os maiores devedores e inadimplentes são sempre perdoados e ainda teriam débitos em volume de mais de 1/3 do inventado deficit. A sociedade, pega de surpresa, ainda nem sentiu o tombo que está levando (vai sentir), É de reconhecido valor uma frase atribuída a S.Tomás de Aquino de que "tudo o que vai ao cérebro passa antes pelos sentidos' (nihil est in intectu quod prius non fuerit in sensu), e os estômagos sentirão o vazio a que lhes estão condenando. Porém o mais escorregadio terreno em que os ignóbeis do comando estão pisando virá de suas ambições. Querem ter lucro até em cima de horário de refeições ou contratos leoninos de trabalho e, claro, ganhar sempre em cima da mão de obra. Como disse o economista José Dari Krein: - "O salário não é custo, também é renda. O seu rebaixamento implica a retração do consumo" .Claro!! É aí que se abrirá o abismo. Se nossas industrias já estão com pouco mais da metade de sua capacidade produtiva virarão perto do ZERO! Os 'patos amarelos' perderão seu sorriso quando se virem lidando com vísceras comuns ao matarem a galinha dos ovos de ouro.
Tudo o que foi motivo de alegria na década do PT será agora reconhecido/sentido. Já está havendo devolução de concessão de aeroporto(Viracopos), mais estamentos comerciais sofrerão por falta de demanda e terão de dizer : como era verde o meu vale.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Para o legado da câmara que morreu ontem fica a hecatombe de Mariana!
A morte iguala as pessoas?

E aí temos a Justiça a desserviço da Nação, do bom-senso, usando palavras enigmáticas em frases mal construídas.

Dificilmente o STF deixará de punir Lula, pela avaliação feita sobre a "suprema" Corte. Houvesse dignidade, e o STF, ainda que condenar Lula à prisão, deveria, em respeito à Nação, chamar a si a responsabilidade de julgamento.

LULA sabe, ou deveria saber, que a Justiça, em todos os seus níveis, está comprometida com o "golpe branco": desde o juiz de primeira instância, no interior paulista ou de Curitiba, até ministros do STF, desde os Tribunais de Contas até a Procuradoria Geral da República. As críticas feita por Lula ao STF são até suaves, mas não terão sido a pá-de-cal?

O ponto máximo da alienação dos imbecis que querem a quebra da Ordem: deixam-se acolher pela FIESP, o símbolo do pré-capitalismo explorador de mão-de-obra escrava.


O Procurador Geral da República é leitor inveterado de Kafka, de quem aprecia em especial "O Processo" e "O Castelo". Também lê e relê "Alice no País das Maravilhas". E assim caminha o Brasil.

 panos quentes servem para compressas:

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

A obra da Ditadura está concluída: prostituiu as instituições e os políticos. A condenação arbitrária e repugnante de Jose Dirceu comoveu a todos, mas a prostituição do STF já existia e estava sendo praticada. 



Uma previsão feita por Celso Furtado em tempos idos, analisando a que levaria a política econômica de Roberto Campos & Mario Henrique Simonsen, apontava para um processo de "ruralização" do Brasil. Foi criticado por equívoco, que o "milagre brasileiro" pareceu desmentir, mas apenas adiou. Com os fabulosamente equivocados desgovernos que se seguiram à "redemocratização", o modelo está se impondo com gloriosa força. O Brasil está com seu destino traçado: exportador de grãos, enquanto os povos da mata vão sendo liquidados; e exportador de minério de ferro, enquanto a sua siderurgia caminha para o esgoto. O governo dilma-mosquita apoia tudo isso. E que a Vale-Samarco destrua um grande pedaço do Brasil. E daí?
E então não há mais um mínimo do mínimo de pudor? E vamos ficar por isso mesmo, em nome da "liberdade de imprensa"?

É muito lixo para um País só. Existe alguma possibilidade de tudo isso ser apenas pesadelo?

Em 12 anos, Lula e Dilma colocaram 6 bilhões de reais em propaganda na Rede Globo. Isto já em pleno vigor da Era Digital, que transformou a tevê numa mídia-dinossauro. Qual o sentido disso?

os Bragança entregaram o Portugal à Loira Albion, para que pudessem ter a coroa na cabeça. Temer entrega o pré-sal, para terminar o seu mandato.

A justiça brasileira prossegue sendo prostituída pelo STF. Fazendo-se poder máximo da República, permitindo que um juiz de primeira instancia pratique atos dignos da Gestapo, os "ministros" estão usando e abusando das fraquezas notáveis de um Executivo enfraquecido pela sua incompetência lastimável.

Eco
"Nem todas as verdades são para todos
os ouvidos. Nem todas as mentiras podem
ser suportadas. Certas coisas se sentem 
com o coração. Deixa falar o teu coração,
interroga os rostos, não escutes somente
as línguas"...
–– Umberto Eco (1932-2016).

segunda-feira, 24 de julho de 2017

23\07\17

Muito se propala nas comédias da vida e na própria história sobre a 'esperteza' dos malandros que tudo fazem pelo lucro e proveito sem sequer ter preocupação com demais viventes nem mesmo com seu futuro. Mostram sua limitação de alcance intelectual como se afundassem o barco para atingir seu desafeto. Mal iniciou o governo do vice golpista e em menos de um ano já se observa aumentada mendicância nas grandes cidades. Seu rumo destruidor das conquistas reduziu auxílios como bolsa família, sua política promove despedidas de empregados e fechamento de pequenas empresas,como se fosse uma bola de neve: menos empregos, menos dinheiro, desistência de estudos dos pobres que se amparavam em bolsas, etc. Toda a 'mexida' na CLT visou dar mais lucros ao patrão e menos direitos ao empregado. As perspectivas da previdência forem calculadamente divulgadas até com falsidade por intuitos políticos. Ou seja, ao capital, TUDO, ao trabalhador, NADA. Os empresários poderão tirar ferias e féria dos seus empregados. Não terão mais amolação de ações trabalhistas por sua conduta escravagista. Poderão livremente despedir ou trocar com ganho qualquer impasse. E a consequência? Precisariam enxergar que o distanciamento que tudo isso provocará mudará a homogeneidade da sociedade. Haverá por lógica, redução de compradores para seus produtos.
Comerão a manteiga que fabricam? Ou se enforcarão nos fios de sua indústria? Poderão, por pequeno prazo, gozar as delicias de se sentir reis em terra de pobres...e daí? De que lhes adiantará ter um olho em terra de cegos? Precisariam ver que se pobreza não gera necessariamente crimes, sua perpetuação atinge estômagos, e estômagos precisam de alimentos e, sem dinheiro o crime virá ! Virá, com força. E serão os riquinhos tolos as principais vítimas... Sim, os que tem o que ser roubado estarão na mira do ladrão. Disso se conclui que estão atirando em seus pés! Ganham hoje o que entregarão chorando amanhã ! Muito já se falou sobre o reerguimento dos EUA após a crise de 1929, em que Roosevelt pregou um programa (New Deal) de fortalecimento do mercado interno como salvação do pais. Não foi muito diferente do que Lula fez aqui no Brasil e que todos tiveram de engolir 'a marolinha' que transformou a crise de 2008 em nosso país. A ideia de que os trabalhadores tenham maior participação nos bens e lucros da sociedade vem de muito antes. Henry Ford já pregava como meio de vender os carros que produzia e fez escola que ainda é estudada (e que está olvidada pelos sábios seguidores do governinho temerato).

É de se lamentar a exposição de estupidez festejada por FIESPs e demais ramos patronais, em seus risos imbecis. Estão cavando a própria sepultura e transformando um país que mirava a prosperidade em curva para um passado tenebroso, onde a casa grande esfolava sem dó seus escravos.




SÓ QUE HÁ CIRCUNSTÂNCIAS DIFERENTES E NEM TODOS OS TOGADOS ENGRAÇADOS E COVARDES PODERÃO DAR PROTEÇÃO AOS NÉSCIOS QUE TIVERAM SEU APOIO PARA O GOLPE - TODOS SERÃO VITIMAS E O BRASIL SUCUMBIRÁ NAS MÃOS DOS EUA QUE ORIENTA ESSE RUMO TÉTRICO.