segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

14\12\2015
O que já se disse de maior bom-senso foi o que nos veio do Ciro Gomes: "empeathment não é remédio para governo ruim. Agora, não se trata de avaliar o que Dilma está fazendo ou deixando de fazer. O que importa é o respeito à Constituição e ao mandato outorgado por 4 milhões de brasileiros. O resto, ou é decrepitude, ou é dependência química."
13\12\2015

Observando as notícias aqui...hehe
54 milhões de brasileiros e...meia-dúzia de gatos pingados? Sim. Mas quem são os gatos pingados que passearam hoje pela avenida Paulista? FHC e seus sequazes não se atreveriam nunca, nem Michel, muito menos Eduardo Cunha, que é ridículo além da conta. Passeios pela Paulista comportam, além das moças exibicionistas, gente como Bolsonaro. 
O espaço foi dividido entre jovens fisioculturistas, que exibiam suas massas cinzentas no vão do MASP, e os moçoilos da antiga TFP, hoje Movimento Plinio Salgado. Uma meia-dúzia, com toda certeza, mal contados pela brilhante imprensa paulista. Por que "pingados"? Assim reza a expressão popular. Eles pingam? O que? E, em conclusão, os raivosos foram hoje para a rua. A mesma 'meia dúzia de três ou quatro' andou pela avenida Paulista. E o POVO? Ahhh, este,esteve na rua 25 de Março, fazendo compras de Natal.
Só uma dúvida aqui: Onde será que o Cunha celebrará a data máxima da cristandade?