quarta-feira, 5 de abril de 2017

6\04\2017
MÃOS AO ALTO 

 A notícia de que se instalará um posto do exército dos EUA, com nome fantasia de centro de tecnologia ou qualquer outro que seja, deve ser a forma moderna do que antes era um desfile sob o arco do triunfo. Hoje, quando usam mão de obra mercenária do próprio país em sua ocupação, para que tirar seus marines em folga para tal desfile? A capitulação foi antes, agora é apenas a formalização, como assinatura ou registro de transmissão de posse e domínio. 
Mas incrível e inaceitável é  a vulgarização do capachismo que não tem  o mínimo de disfarce.
 Não enfeita mais com falsos pendores de liberalismo de ideias ou mesmo da contumaz perseguição ao socialismo. Aderiu ao conquistador com armas e bagagens. Confortavelmente. 
Aos cidadãos reduzidos a servos da gleba resta torcer ou rezar para que a belicosidade do invasor não se atrite com outros cachorros grandes e resulte em nova guerra que nos arrastará como cachorro de coleira. Mas em tudo, resignação por não haver outra opção, ficam os brasileiros indagando que imperativo genético produziu os abjetos políticos que nos reduziram à condição humilhante?
 Entregamos nosso país 'de porteira fechada' ,como é dito nos negócios rurais, e estamos vendo alguns ansiosos por ceder o 'jus primae noctis' até a da 'já usada' recata, do lar...
(com ajuda de S.A.)

http://www.correiodobrasil.com.br/democracia-consentida-vida-bandoleira-golpistas/