segunda-feira, 1 de maio de 2017

Os brasileiros que se encaixam no padrão de dignidade estão atônitos. Dignidade essa, referente aos que pertencem à classe que trabalha para viver. Que não são pendurados em sinecuras ou privilégios imorais e que não participam de transações imorais oficiais ou oficiosas. Isso, nos dias atuais, exclui os togados e políticos e infelizmente, mais uma vez, os fardados. Neste momento em que nos sentimos tomados por um clima de ÓDIO indesejável tanto quanto inegável, todas as forças institucionais deveriam estar empenhadas na recomposição da paz social...
E o que vemos? Parece um lance sádico de se por mais lenha na fogueira. 
Obrigada pelo abraço diário, trabalhadores do Brasil.
--------------------------
1 de maio
Parabéns vagabundos da FIESP : símbolo do pré-capitalismo explorador de mão-de-obra escrava. Entidade que representa o segmento empresarial mais retrógrado do Brasil, defensor da extinção das leis do trabalho, substituindo-as por normas de "terceirização". Ponto máximo da alienação dos imbecis que querem a quebra da Ordem e se deixam acolher a sua sombra.
------------------------
O sr Dallagnol é membro da Igreja Batista de Bacacheri, bairro de Curitiba, onde costuma ministrar palestras com seu indefectível powerpoint. Usa de imagens fortes para impactar as plateias. O mesmo sujeito que apontou Lula como “comandante máximo” e “grande general” da “propinocracia” gosta de lembrar que “a corrupção é uma assassina sorrateira, invisível e de massa”, uma “serial killer que se disfarça de buracos de estradas, de falta de medicamentos, de crimes de rua e de pobreza.
O analfabetismo fanático que empolga as cabeças vazias dos que, se tivessem covardia suficiente, andariam pelas ruas a espancar os que pensam.
--------------------------
É preciso ir às ruas, dar muito mais do que um insignificante MINUTO DE ATENÇÃO.
Estamos com as mãos dadas: operários, comerciários, bancários, professores, motoristas, caminhoneiros, pescadores... 
Todos e Todas que fazem o POVO BRASILEIRO. Venceremos, mesmo com a covardia e mentiras dos que estão usando maldosamente o Poder.