terça-feira, 9 de maio de 2017

9\05\17

LEVIANDADE JUDICIAL: ATENTOS à estada em Curitiba,Camaradas!
Todos e Todas: Os 'probos' juízes e ministros do Brasil estão dando um demonstração de leviandade... ficará como anedota para riso do mundo. É de se registrar que em sua inércia em corrigir o rumo de um petulante e odioso membro da casta, fissurado em perseguir um homem público e respeitado em todo o mundo, faz um papel absolutamente ridículo.E se houvesse algum deslize ou crime por parte desse ilustre cidadão? Seria por uma questão de respeito, de ser tratada sob máximo cuidado e discrição. Trata-se de um raro brasileiro que teve a maior representatividade no mundo atual e recebeu dezenas de títulos honoris causa das universidades mundiais. Teve sua gestão em dois mandatos 'legítimos' elogiada e copiada pelo êxito obtido. Mas, por capricho de viés partidário e de inveja, caiu na sanha odiosa desse mequetrefe togado que passou a querer - por querer - atribuir-lhe crime. Nem 3 anos de investigações por porqueiras que se tornaram 'investigaristas' conseguiram localizar provas para satisfazer seu apetite bestial. Centenas de depoimentos igualmente o absolveram. Mas sua luta de tisnar a honra do grande brasileiro seguiu. Com avidez animalesca gerou prisões ao arrepio da lei para extorsão de algum que o acusasse, como vil alcaguete. Tudo vazado ardilosamente a uma mídia infame e partidária da mesma causa.
Nem conseguindo manter conduta de isenção e decoro para função, de que é declaradamente impedido por seu ódio, foi afastado por seus superiores ...o que explicita a cumplicidade da casta que se suja e resvala o lixo moral. Sem nenhuma discrição, passou a ser ostensivo em sua pregação odiosa e gerou um efeito social detestável, em evolução, e que pode ser a maior piada! Situada sua jurisdição em Capital de quarta ou quinta grandeza, atiçou os brios locais de povo sem heróis, para o que deram nome de "república de curitiba', descrevendo assim o bairrismo implantado e formação da torcida local. Se no mundo dos esportes as torcidas causam preocupações pelo seu fanatismo, gerador do HOOLIGANS, ou semelhantes, que provocam verdadeiras guerras, aqui isso se fez ardilosamente e por criação desse desajuizado juiz. Quem for à Curitiba pode ser desrespeitado ou hostilizado,pois muitos de seus habitantes tomaram posição sob essa campanha e são partidários desse juiz que comanda com carros de som e pregações de outdors sua animalidade.
E o direito? Emporcalhado? E a respeitabilidade devida ao ex-presidente? E ao bom senso de respeito e educação na condução da vida social, sem o lixo moral da pregação de infâmia e calunia com meios oficiais e,portanto, covardes ? Tudo indica um crime de irresponsabilidade e de hediondez ímpar! Bairrismo, antagonismo e rivalidades destrutivas são efeitos que devem ser cuidados e não criados. Vemos ,porém, a incúria de togados a criar,açular e alimentar para gáudio de um pequeno juiz mal (IN)formado, criado e criminosamente preparado, uma vez que consta ter recebido instruções nos EUA para a sua ação deletéria. Isso, somado ao fato de estarmos sob presidência de um usurpador posto pelos mesmos togados, faz pensar em todo um sistema de destruição que caminha com a economia, moralidade e pessoas, como uma praga viva que corrói a tudo ... Eis o Brasil que estamos vendo em seu martírio de invasão por forças nacionais sob mercenarismo dos EUA...
É o cúmulo 

Tudo indica estarmos nos deparando com uma encruzilhada. Vemos um caminho em que pontifica um togado imaturo, que age com extrema covardia usando suas prerrogativas funcionais como força de coação e obtendo dos subjugados mais meios, ainda que falaciosos, a dar curso ao seu ódio pessoal, mais forte do que político, a um ex-presidente a quem inveja por o ver acima dos horizontes a que possa chegar. Essa mágoa é insuportável. Pouco lhe importa que em sua sanha de perseguição tenha tido desastres que destruíram parte da economia do país e posto obstáculos ao seu crescimento futuro com alienação de indústrias e até cerceamento de ação de um dos poucos cérebros nacionais, que já nos dera impulso no campo de energia nuclear. Afinal em sua formação - feita nos EUA sob auspícios de CIA, o fito era esse mesmo! Ser visto como TRAIDOR, pouco lhe importa já que goza de meios abundantes de moedas nacionais e estrangeiras, de obtenção próprias ou de colaboração uxória. De outro lado, temos em vista o reconhecimento a um ex-presidente que teve após seus mandatos uma consagração universal por seu descortino e empenho em dar equilíbrio social, possível, ao país. Quase antagônicos em suas formações, um nascido e criado com fortuna, e outro que nasceu e cresceu em luta. Mas a vida no seu enquadramento fez do pobre o "cara", como cognominado por esferas poderosas do mundo. Que em suas administração do país deu uma década de paz social e crescimento material a todos os brasileiros. Bem diferente do outro, que tem as armas com seu uso covarde de por não honrar sua função. Entre os dois, pois, "o coração dos brasileiros balança"como se diria em Cyrano de Bergerac.  É de se ver que traidor ou odioso ou covarde, o lado que tem essa força e a tem por cessão de gente poderosa. São os empresários (fiesp) que representam o neocapitalismo que os EUA querem ver aqui e não economizam meios para essa campanha e que já provaram em 64, que são capazes de usar todas as fardas nacionais como reles serviçais. Enquanto a outra senda tem apenas o reconhecimento pela ideologia de paz social, de crescimento e igualdade social. Seria o cúmulo aos olhos isentos do mundo que tal disparidade se dê, e mais, com a cumplicidade dos 'eruditos' togados que não cessam de participar de conferências e tertúlias internacionais de pregação das virtudes  de uma justiça e valores éticos. MAS É ASSIM. EMBORA O PAÍS DESPENDA RECURSOS PARA TAIS CURSOS INTERNACIONAIS, O RESULTADO É PÍFIO.  SÃO CAPAZES DE REPETIR ALGARAVIAS SOBRE DOUTRINA, MAS COMO SE NÃO ENTENDESSEM O QUE FALAM, NEM SE INCOMODAM COM O TAL SERVIDOR, CALOURO NA FUNÇÃO, QUE SE DESMANDA E CONSPURCA O DIREITO COMO SE FOSSE MAIS IMPORTANTE CUMPRIR MISSÃO DA CIA DO QUE HONRAR SUA PÁTRIA.