segunda-feira, 22 de maio de 2017

nnn
QUANDO TODOS VIMOS, e pela reincidência banalizamos, mais uma entrega de troféu ou medalha ou colar com que a TV globo coopta seus colaboradores sendo ofertada a ministra do STF e sendo recebida sob lágrimas, não despertou a TODOS, apenas a alguns, que era o próprio OVO DA SERPENTE sendo colocado na chocadeira. As lágrimas vertidas, filmadas e fotografadas eram o recibo ou assinatura no pacto para as ações futuras. De um lado era o interesse próprio e de seu patrocinador (EUA) em agir com essa estratégia e poder contar com "gente sua" dentro do augusto palco de que se despedira seu anterior cooptado (JB), a ao qual seu novel servo (moro) ainda não havia sido guindado. Tudo por esse poder!  Do outro, a sensível dama togada que se coroava com a 'brilhante' peita que jurava honrar e ter como seu valor.  Nada como tempo para mostrar a verdade! Nem foi grande o lapso de meses decorrido e estamos com as consequências sob nossos olhos. Houve um golpe, com traições e procedimentos quase incríveis de togados e outros degenerados, com opção de criar o caos como fosse a condição ideal para que chegassem a coroa que queriam colocar em sua cabeça. A cada dia, a cada notícia, já se pode ver a caminhada da triunfante TV (mandatária dos EUA) ao trono do Brasil. Se já dispunham de colaboração majoritária como vimos na AP 470, com a cessão do augusto plenário e atores togados a protagonizarem a comédia cujo final já era pressentido pela plateia desde a primeira fala, agora se dá o capítulo derradeiro. o 'tour de force'- coroação da obra. Estamos todos, sabidos e ingênuos, vendo o ato de assunção do comando oficial da presidência do país como a vitória dessa planejada conquista de tudo! Salvo ocorrência externa como corte de energia ou incêndio, todos assistiremos a posse da faixa presidencial, bordada a ouro, passar de um estagiário traidor que lhe serviu, ser colocada sobre ombros e seios da escolhida togada desde a cerimônia lacrimosa e emotiva.  TEMOS DE DENTRO DE NOSSA IMPOTÊNCIA E AUSÊNCIA DE PROTEÇÃO OFICIAL (fardas e vergonhas), aplaudir a forma cerebral ou de capital, como venceram os dominadores de tudo o que tínhamos como nosso.  Assim como nos dias subsequentes ao famoso PRIMEIRO DE ABRIL DE 1964,  teremos de  ficar aguardando o rumo que se dará ao NOSSO Brasil. Como era verde nosso vale...
nnn
Fico pensando em como devem se sentir os juízes que tem anos de carreira e ora veem um calouro meter os pés pelas mãos, sem admoestações e fazer gato e sapato do Código de Processo Penal. Afinal de que valem as disposições desse código se podem ser desprezadas ao arbítrio POLÍTICO de um servidor do mesmo poder?  Se ele pode prender para extorquir confissões/delações de seu interesse pessoal de promoção midiática, de que valem as tradições e outras disposições que conferem respeitabilidade às funções do magistrado? Vem o tal se dizendo isento como se fosse ele que deve se julgar, mesmo sendo acusado pela sociedade como PARTIDARIO? e MAIS, DIZENDO LITERALMENTE QUE PROCEDE COM ISENÇÃO NO TRATO DE SEUS "ADVERSÁRIOS POLÍTICOS"...PODE HAVER ESSA FIGURA DE JUIZ COM COR POLÍTICA?  E que se dá como tendo adversários aos quais julga? Onde foi parar a honra do cargo?  E o poder dispensou qualquer sanção a esses abusos? Age, além do desprezo às posturas como vedete de TV, que lhe confere medalha ou prêmio por ter ele assumido seus interesses políticos e se auto promove cooptando para seu gáudio os procuradores que deveriam agir com independência como é o espírito da lei, e ainda põe na mesma plataforma a polícia como se fosse sua serventia pessoal.  Pior é que os perseguidos por suas ações recorrem à instância correspondente a lhes dar proteção e recebem uma decisão de que a ação deletéria do juizecos é considerada excepcional e assim, não cabem recursos normais a obsta-las... Quem criou a lei que dá excepcionalidade a um juíz partidário? Essa cogitação sobre o que pensariam os demais togados do país vem de julgar que tenham algum auto respeito e prezar pela função de julgadores.  É difícil ao cidadão comum pensar que TODOS tenham aderido a uma campanha suja que conspurca os indivíduos e toda a função. Se for valer intuitos pessoais na condução de ministrar a justiça pode-se pensar que terá tal vulnerabilidade que NINGUÉM mais poderá contar com o DIREITO que deveria emanar de seus membros. SERIA UM CASO DE AUTO EXTERMINIO? E A FAMOSA  DURA LEX SED LEX ? Vai virar MORO LEX ou LEX DE MULEQUE?
Súplica brasileira

Esta SÚPLICA se faz a TODOS os juízes e ministros judiciais que venham a 'cuidar' do caso que resultará (se resultar) das denuncias contidas na delação que está dominando em nosso momento  (do grupo JBS).  Desta vez, no deserto de homens e idéias a que se referiu o gaúcho Flores da Cunha, ou Oswaldo Aranha,ou Mangabeira Unger, é preciso que ao menos algum HOMEM quebre a regra de acomodação ou rendição ao crime contra o Brasil. NESTE deserto acabamos de sofrer a passagem de um 'simum' que dardejou suas areias quentes sobre todos, contendo PROVAS ...e provas que são de convicção absoluta por exibirem obras de bandidos que nem podem negar sua condição. A "nossa" mídia venal  está dando sua condução de blindar os criminosos como se exibisse o recibo de quantos dólares já teria faturado para esse fim. Mas, no caso, não é o mar profundo ou desconhecido, o mar das ROSAS que permite sentenças SEM PROVAS...Há gravações, fotos,  filmagens, dinheiro como que contado e verificado até sobre sua autenticidade e locais de entrega e, consta, até com chips para ser seguido por 'gps' em seu trajeto. MAS, SE NOSSOS PROBOS JUÍZES OPTAREM PELOS CRITÉRIOS RÓSEOS CAMINHOS DE DAREM SOLUÇÃO AO ARREPIO DA PROVA será a falência de Justiça. Três nomes importantes e mais um magotes de apaniguados deles, cúmplices, estão sob as fotos e letras de gravações. Um presidente em exercício mediante fraude, mais um senador que também quis essa posição e foi derrotados pelo voto dos brasileiros e um vil ministro da fazenda de dupla nacionalidade que já ousa nos ameaçar que ficará no posto ainda que o tal governinho sucumba. Só esse escárnio de dominador vaidoso impõe VERGONHA a quem se dá como brasileiro. MAS a quem se dá como 'probo ou douto' por ter o poder de impor justiça tem de ser visto como profanação da lei e principalmente da pátria que sustenta (ainda) a feição de ser dos brasileiros. Já caiu no conhecimento geral o conluio de bandidos que urdiram o golpe dado por esse grupo à nossa democracia. Ainda que não esteja incluindo todos, será uma grande vergonha que os juízes do país lesem a expectativa dos cidadãos, contribuintes, justos e honestos, que essa chusma de bandidos fique desavergonhadamente livre. É cediço que vimos sofrendo a dominação de capital importado que envenena a administração de nossos poderes ao gosto de países que cobiçam nossos meios. TODOS SABEM, mas nem sempre as provas tem comovidos os probos juízes que 'na dúvida' dão perdão e passaporte de indenidade aos acusados. Valem-se de costumeiras fundamentações de insubsistência nas provas. Que se poderia, agora, alegar quando o próprio presidente vem em seguidas aparições na TV para defender e ACUSANDO o delator, com quem CONVIVIA no palácio Jaburu em horários inusitados e, para seu calvário, até testemunhado por outros Judas que o delatam? O AMIGO CONVIDADO AGORA, SÓ AGORA É BANDIDO ? Na semana passada era o amigo a quem pedia dinheiro e outras ajudas políticas? como a de controlar quem pudesse fazer acusações?  No mar dos traidores impera a traição! E isso vem agora trazido pela natureza dos que nadam em suas águas... Estamos, pois, assistindo essa alta da maré que veio como consequência do vendaval que varreu o Brasil. E é em nome do Brasil que esta SÚPLICA se faz. O BRASIL PRECISA DO CUIDADO DOS BRASILEIROS A QUEM AINDA SOBRE UM RESTO DE VERGONHA PARA IR SE LIVRANDO DOS FOCOS DE SARNA, que néscios, temeratos ou meireles lhe impõem.